Cruz envolvente: um jeito prático de amarrar o bebê no wrap sling

Cruz envolvente: um jeito prático de amarrar o bebê no wrap sling

Boa pra todos

Pra quem tá começando a usar slings e pra quem já usa há muito tempo;

Pra quem tem bebê recém nascido e pra quem tem bebezão:

a amarração cruz envolvente é prática, super segura e atende a todos.

Como fazer, na prática

Abaixo você pode ver dois vídeos dessa amarração sendo feita pela Meri Pires, uma com o wrap  de sarja de algodão e outra com o wrap de dryfit. A amarração é a mesma, muda só a estrutura do pano.

Conforto e ergonomia

Essa amarração é bastante confortável pois distribui bem o peso pelos ombros e lombar de quem carrega o bebê. É ótima pra carregar recém nascidos e também bebês crescidos.

Você pode fazer essa amarração com wrap de tecido de sarja de algodão, wrap de malha de algodão e wrap de dryfit. O que muda é a estrutura e maleabilidade de cada material.

Atenção aos detalhes

Para fazer a amarração perfeitinha, atente para os detalhes:

  • Formação de um assento profundo com o tecido passando abaixo do bumbum do bebê;
  • Tecido indo até a dobrinha dos joelhos;
  • Ajuste do pano para a coluna do bebê ficar bem firme;
  • Ajuste das preguinhas do sling, para o tecido não ficar embolado e ficar desconfortável para quem carrega;
  • Bebê na altura de um beijinho na cabeça.

Sling pra amamentar

Sim! É possível amamentar o bebê no wrap sling! Você vai precisar afrouxar um pouco a amarração de alguma forma para a boquinha do bebê alcançar seu peito. Dá uma olhadinha aqui nesse vídeo que a Meri dividiu conosco:

Siga esses passos e tenha seu bebê juntinho de si e suas mãos livres! 🙂

Lívia, #maede1mais2, criadora da Mater Originalis, curte morar na roça, ama cozinhar e estar conectada com o universo da maternidade. foto de perfil por @Alê Rocha Fotografia

Artigos Relacionados

Deixar Resposta