Os 3 primeiros meses de nascido são fundamentais para o desenvolvimento do bebê. Entenda o porquê

Os 3 primeiros meses de vida do bebê fora do útero são considerados parte da gestação. Este período é chamado de exterogestação ou extrauterina – gestação fora do útero. Neste período o bebê precisa ter contato com a mãe, pois ele ainda não tem seus sentidos bem definidos e não se relaciona com o mundo exterior.

Esse processo de adaptação permite que o bebê entenda que não terá mais alimento livre pelo cordão umbilical, que as sensações que ele tinha quando estava dentro do útero serão realizadas de outra maneira fora do útero, entre outras coisas. Os especialistas dizem que é importante que este processo de contato com o mundo exterior aconteça de maneira gradativa a fim de proporcionar segurança para o bebê e uma transição tranquila.

Bom, entendi. Mas como fazer isso? O carregador de bebê.

Carregadores de bebê

Os carregadores de bebê ou slings são a forma mais antiga que permitem que o bebê possa andar junto de seus cuidadores e integrar a vida da família. Ele permite que o bebê ainda tenha o contato com mãe como se estivesse dentro do útero, o bebê pode ouvir os sons emitidos pela mãe, além de ficar sempre com a mãe ou outro cuidador pra aonde quer que ela vá.

Benefícios

  • O bebê que é carregado tem suas necessidades mais facilmente atendidas e por isso chora menos, acaba sendo muitas vezes mais tranquilo.
  • Auxilia no desenvolvimento emocional do bebê e sistema imunológico. O sling simula o abraço e conforta o bebê fortalecendo os laços emocionais com a mãe. Por consequência, o bebê tem a sensação de segurança e isso pode reduzir as chances de contrair doenças.
  • Mais autonomia. A mãe ou outro cuidador podem realizar atividades corriqueiras como se alimentar, passear, tendo o bebê consigo.
  • Ajuda na amamentação. Existem várias posições do sling que propiciam a amamentação, permitindo que a mãe amamente com o bebê no sling.

Muitos pais e mães se perguntam se o sling é seguro, se existe o risco de deixar o bebê cair ou machucá-lo. É seguro. A amarração do sling quando feita asequadamente permite que o bebê fique seguro e confortável em contato com seus pais ou cuidadores.

Conheça os tipos de slings. Baixe o e-book

 

Lívia, #maede1mais2, criadora da Mater Originalis, curte morar na roça, ama cozinhar e estar conectada com o universo da maternidade. foto de perfil por @Alê Rocha Fotografia

Artigos Relacionados

Deixar Resposta